sábado, 7 de março de 2009

Jornada de Limpeza na Ribeira da Castanheira

Promovida pelo Movimento em Defesa do Rio Tinto, com o apoio da Câmara Municipal de Gondomar e da Junta de Freguesia de Rio Tinto, realizou-se hoje, 7 de Março, mais uma Jornada de Limpeza do Rio.
Concentrámo-nos cerca das 9 horas e começámos por ouvir o Engº Pedro Teiga, especialista na matéria e amigo de longa data do Movimento.
Enquadrou a acção e deu indicações sobre o trabalho.
foto MoveRioTinto Seguidamente, o Vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Gondomar, proferiu algumas palavras adequadas à circunstância.
foto MoveRioTinto E lançámos mãos à obra, pois havia muito a fazer.

foto MoveRioTinto A população que passava perto (era dia de feira em Rio Tinto) dialogava com os participantes na jornada.
foto MoveRioTintoTrabalhámos num troço da Ribeira da Castanheira. Contrariamente ao que tínhamos previsto, não chegámos a ir para a zona dos moinhos da Vitória do Rio Tinto, já que a Ribeira estava tão suja, que nos ocupou todo o tempo disponível.

Nesta jornada, conviveram várias gerações, desde aos mais jovens aos mais "experientes".

foto MoveRioTinto E, como sempre acontece nestas alturas, os detritos mais insólitos, vão sendo retirados do leito e das margens dos cursos de água.

foto MoveRioTinto O pessoal da Câmara e da Junta de Freguesia, colaborou activa e incansavelmente.O Movimento deixa aqui uma palavra de louvor a estes funcionários.

foto MoveRioTintoPor vezes, foi mesmo necessário usar moto-serra...
foto MoveRioTinto
foto MoveRioTinto Mas, apesar de sabermos que estas acções se revestem de um carácter essencialmente simbólico e que, por si só, não vão resolver o problema da poluição do rio Tinto e seus afluentes, no final da acção, já foi possível verificar efeitos do trabalho.
Se compararmos as imagens que se seguem com aquelas que publicámos no post anterior, já se notam algumas diferenças.

foto MoveRioTinto
foto MoveRioTinto foto MoveRioTintoPodem mesmo, fazer um pequeno exercício de comparação.
Antes de limpar...

foto MoveRioTintoE depois...

foto MoveRioTinto A acção, que mobilizou cerca de quatro dezenas de pessoas, terminou, quatro horas e cem sacos de lixo depois de iniciada.
E, no final, por entre o natural cansaço de quem trabalhou arduamente em prol da causa do rio, já se pensava na próxima acção: a Terceira Caminhada em Defesa do Rio Tinto.

2 comentários:

Adelaide Vieira disse...

É louvável o trabalho, mas não me agrada ver, certas pessoas, tipo lapas, nas vossas iniciativas.
- Se querem um rio diferente, porque é que na hora da verdade, votam contra as propostas que ajudariam a concretizar a despoluição?
- Ou não se manifestam coerentemente com o que por estas alturas apregoam?

Como diz o outro, "- O que eles querem sei eu..."

Ao aparecerem só nestes momentos, portam-se mal e têm de ser desmascarados.

Amigos não esmoreçam.
Viva o Rio Tinto!

Hugo Azevedo disse...

Pesquisava no mundo cibernautico, tentando conhecer um pouco mais sobre a minha doce e humilde terra e penso ter acabado deslumbrado por existirem pessoas que possuem os mesmos desejos/vontades que eu, querendo reconstruir o que outrora foi desrespeitado. Normalmente costumo passear muito próximo à Quinta das Freiras e tenho uma paixão pessoal por certos sítios na Margem do Rio que aqui cruza, talvez por terem um peso muito importante na minha caminhada espiritual. Sempre quis de certa forma que esses lugares para mim especiais fossem ainda mais bonitos do que são actualmente, sem o vestígio da falta de coerência do homem, mal eu sabia que já existia este movimento!!! Os meus parabéns a todos aqueles que soaram para dar um sitio melhor a si mesmos e aos seus descendentes. Vocês são e fazem a diferença e serão recompensados por tal