terça-feira, 15 de junho de 2010

OBRAS DE REMEDEIO

Conforme dissemos no post anterior, aí estão as "obras de remedeio" junto ao Centro de Saúde.
Relembrando: havia ali um colector de esgotos que, desde as cheias de finais de Dezembro, estava a despejar directamente para as águas do rio. Vejam o local, assinalado, na imagem seguinte:

Agora, que se fez? Remendou-se a fuga com uns metros de tubo ligados ao colector, tapou-se tudo com uns montes de pedras e a coisa disfarçou-se:
Mas, gato escondido, com o cano de fora... Ali está o remendo (assinalado pela seta), a espreitar no meio das pedras que foram colocadas por cima...
Aliás, situações de remedeio, à espera de melhores dias, é o que mais há por ali...
E por falar em melhores dias...
E o pontão que aqui havia? E a cascata?
Para quando soluções definitivas, eficazes e duradouras?

Que não se pense que nos contentaremos com uns remendos apressados que apenas mascaram o problema.
Como já temos dito, repetimos:
JÁ SE PERDEU TEMPO DE MAIS!

4 comentários:

João Guedes disse...

Leio o vosso post, e apetecia-me dizer, que é triste, vergonhoso ou irresponsável, mas não, é a dura realidade:
Onde estão os partidos que ruidosamente se ouviram sobre tudo e sobre nada, faz agora um ano? Que é feito dos eleitos nos orgãos autárquicos?

Fernando Pinto disse...

Parece evidente, que a sua mensagem se dirige a “todos” dando a ideia de que todos colaboraram ou calaram a actual situação do rio.
Milito, convivo e converso, quase todos dias, com pessoas que há muito se interessam e têm proposto soluções, que, quem podia acolher, irresponsavelmente não quer acolher.
Sinal que não se aplica a todos. Esclarecido?
Claro que não, e já sei que a culpa não é só sua. Muitas vezes se quero saber o que se passa tenho de me virar...
Neste assunto do rio ou da ETAR, de facto quem podia (leia-se, Valentim, PS e PSD) não querem!!!
Ou seja não aplique a todos o que, com toda a justiça, se pode dizer de parte.
Tudo visto e revisto, o que de facto importa, é uma decisão à altura dos graves problemas e a pensar no futuro. Mais "tiros no pé" não!!!

Adelaide Vieira disse...

Pergunto se podemos confiar em quem ocupa o(s) poder(es)?

Após as cheias "espalharam" publicamente empenho e "assumiram" caminhos... para logo se lhes dar em amnésia.

Meio ano depois, tudo o que tem a ver com o rio Tinto, está pior. A poluição reina e o assalto ao domínio hídrico é irresponsável.

Há que acreditar e dar luta a este cancro ambiental e patrimonial que se apodera do que melhor a nossa localidade tem. Tal como na doença, esperança e reacção positiva é decisivo. Ficar quieto, é fatal.

E nessa medida Bem-hajam!

Anónimo disse...

Poucos dias após mais uma iniciativa levada a cabo pelo MOVE, chegou-me a informação de que as máquinas já estavam no rio... todos pensavam que finalmente as obras iriam recomeçar, mas tudo não passou de um filme já visto, com realizadores já bem nossos conhecidos que se prestam as estas encenações.
Vistas as imagens, vêm confirmar duas coisas, o serviço prestado pelo MOVE à população, porque ao publicar estas imagens está a prestar um serviço público aos riotintenses; segundo, o empenho que não se vê dos vários responsáveis autárquicos, seja em que órgão estiverem representados, uns fazem de conta que fazem, outros fazem de conta que não vêm.
Mas há uma coisa que tenho que salientar é que os partidos não agem todos da mesma forma, nem são todos iguais... a justificar isso basta estar a par do trabalho desenvolvido pela CDU, que nunca virou costas a esta questão. Para confirmar isso, faço um convite para que visitem o blogue da CDU-Rio Tinto http://cduriotinto.blogs.sapo.pt/ para que fiquem a par do que se passou na última Assembleia Municipal de Gondomar, sobre o nosso rio Tinto.
Adérito Machado