sábado, 20 de julho de 2013

Exposição - Projetos Parque da Levada

Conforme o anunciado, decorreu, na passada quinta-feira. a abertura formal da exposição de projetos tendo a vista a intervenção no centro cívico de Rio Tinto, genericamente designados como Parque da Levada.
Neste evento , que decorre no centro comercial Parque Nascente até ao final do corrente mês, estiveram presentes largas dezenas de pessoas, destacando-se o Dr. Fernando Leite, administrador da Lipor, que apoia a realização da exposição e de alguns candidatos às eleições da junta de freguesia de Rio Tinto, bem como de autarcas e outras entidades.
Aqui ficam algumas imagens que ilustram a referida abertura da exposição, com o convite para que os nossos leitores, que ainda o não fizeram, se desloquem até ao piso 1 do Parque Nascente.
Após o encerramento da exposição no centro comercial, será a mesma apresentada em diversas instituições de Rio Tinto.

3 comentários:

Nabo Gondomarense disse...

Se a inauguração serviu, basicamente, para os diversos candidatos se mostrarem, a exposição, em si mesma, é a prova provada de que há alternativas ao entubamento e emparedamento do rio Tinto. A população precisa saber que a poluição e a conspurcação do rio, afinal de contas origem dos maus cheiros e rataria, não são uma fatalidade. Aos eleitos e candidatos autárquicos exige-se que deixem de fazer de conta e concretizem as ideias desenhadas por estes jovens arquitectos paisagistas. em vez de nos entreterem com a promessa de novos estudos e projectos nos quais gastam milhares e milhares de euros para, depois, meterem na gaveta. Faz bem o Movimento em levar a exposição a outras paragens. Só uma população informada pode impor aos eleitos locais a recuperação do rio Tinto!

Sara Pereira Pereira disse...

Eu acredito que o Parque da Levada seja, num dia próximo, uma realidade. Haja vontade política para concretizar este sonho, de Alguns para Todos nós!A cidade tem de sentir mais o seu Rio, como sendo uma riqueza acessível aos seus habitantes, um espaço bonito para caminhar e poder sentir o ar saudável dum Rio VIVO.

Fernando Pinto disse...

Parabéns pela persistência.
Os valores ambientais e do património ainda não dão votos... e daí a mudez do poder local e municipal que andam "à pesca" enquanto interesses privados (que lhes hão-de financiar as campanhas)engordam.
O M Martins ao fim de seis anos vem dizer que quer um parque como o de Ermesinde... Antes dizia prometia um skateparque, amanhã outra será.
O PSD não existe, não se sabe o que quer. Ou antes, ao nível municipal tem garantido com o PS o bom andamento do poder dos interesses daquele lamentável grupo da vergonha do valentim.
Em Rio Tinto agravam-se vários problemas intrinsecos ao rio, outros são metidos na gaveta ou enrolados no papel das cartas que a Junta é especializada em escrever:
A vergonha da ETAR, a reconstrução da ponte da Levada votada por unanimidade sem sair do papel, a enigmatica estrada que ia garantir mobilidade... que destruiu a ribeira da Castanheira e uma bonita e diversificada mata.
Cada vez mais temo que não se consiga distinguir o importante do folclore. Bem Hajam.